Paulo Camelo

Poesia é sentimento. O resto é momento.

Textos


Dentro de mim

Dentro de mim mora um poeta muito louco
e, porque louco, enamorado, canta o amor.
E, enamorado, louco, sofre, sofre a dor
de ter somente na loucura o grito rouco

a declarar aos quatro cantos quanto é pouco
o seu sofrer, pois, quando triste, sofredor,
faz mais sonetos, mais poemas, tem mais cor
e mais sonoro é seu cantar, um canto louco.

E dentro em mim, desesperado, este poeta
é mais que um louco, é solitário e não tem paz.
Dentro de mim sofro a loucura, sofro a dor.

E essa demente criatura, qual profeta,
exalta a enorme ansiedade que lhe apraz
só em saber-se sofredor por esse amor.


Primeiro lugar no Concurso de Poesia do XXII Congresso Brasileiro de Médicos Escritores, Fortaleza, 4 a 7 de junho de 2008.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 08/06/2008
Alterado em 02/08/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras